O que é VPN?

Você já deve saber que, ao entrar em um site ou utilizar a internet de qualquer forma, o provedor de serviços de internet ou, simplesmente, ISP, recebe a solicitação da ação e então redireciona ao destino desejado. O “pulo do gato” está no que acontece enquanto isso: na medida em que o seu tráfego ocorre, tudo o que é feito na internet pode ser visualizado.

Dessa forma, o comportamento da sua linha de internet pode ser oferecido e então acessado por diversos interessados, desde anunciantes até agências do governo. A privacidade da sua empresa faz parte das suas prioridades? Então, certamente você irá se interessar pela funcionalidade de uma rede VPN: criptogravação dos seus dados de rede.

Funcionamento da VPN

A ideia central da VPN, como comentamos, é criptografar os dados de navegação de internet e, dessa maneira, torná-los incompreensíveis para quem tenta acessá-los. Uma Virtual Private Network ou, em português, “rede privada virtual”, oferta uma rede de conexão restrita que protege as atividades online do usuário.

Além dos dados, o seu IP também fica protegido, já que, ao utilizar a VPN, o serviço substitui o Protocolo de Internet do computador para o endereço de IP do servidor remoto de VPN. Já deu para entender que a utilização dessa rede torna qualquer atividade muito mais segura do que usando um servidor público, certo?

Qual é a importância?

A VPN é uma das formas mais populares de acessar de maneira segura a internet, mas no Brasil ainda é raro ver negócios contando com tal estratégia. O que é um grande erro, justamente porque o que acontece nos computadores da sua empresa deve ser privado e protegido.

Pois bem, sabendo agora que ao implementar e utilizar uma VPN você fica livre de curiosos e hackers interceptando suas conexões e comunicações, já dá para ficar mais tranquilo e observar pontualmente os benefícios dessa implementação. Vamos lá?

Maior segurança e privacidade

Como estamos comentando desde o início deste post, a segurança e a privacidade são os principais benefícios de contar com a VPN no seu negócio. O que ocorre nos computadores do seu negócio só diz respeito a você e sua equipe colaboradora — sabemos que manter os dados privados é importante!

Contratando o serviço, os dados de navegação, histórico de acesso e hábitos de navegação se mantém restritos à sua rede. Os provedores, os compradores de dados e os governos estrangeiros não precisam — e não vão — descobrir o que se passa online na sua empresa.

Aumento de qualidade da experiência

Além da segurança envolvida nos processos via internet, o que também devemos priorizar é a qualidade na hora da navegação, questão que a VPN também auxilia. Ao utilizar esse serviço, você pode contar com menos redes e dados restritivos, o que torna a experiência com menos restrições e sem condições especiais de acesso.

Além disso, o sistema VPN também melhora a velocidade da internet, justamente porque ajuda o usuário a derrotar bloqueios de acesso e também a evitar qualquer congestionamento da rede acessada.

Possibilidade de trabalho remoto

Não pense que ao implementar a VPN na sua organização o acesso às funcionalidades do sistema se restringe ao endereço do seu negócio. Muito pelo contrário: os seus colaboradores podem acessar a rede em qualquer lugar, inclusive nas suas próprias casas.

Sabemos que o sistema home office está em alta e se você está pensando em introduzi-lo no seu negócio, pode ficar despreocupado: a conexão de cada endereço pode se manter tão segura quanto a da empresa.

Além desse caso, se você é um empresário que viaja muito e que está sempre frequentando aeroportos, ficará satisfeito ao saber que mesmo utilizando as redes públicas de aeroportos, mercados e praças de alimentação, é possível também garantir segurança de acesso.

Proteção contra-ataques e ransomware

Hoje em dia, já existem diferentes métodos para quem quer acessar sistemas e dados corporativos, como, por exemplo, operando soluções na web. Porém, alguns sistemas exigem a liberação de uma porta para a web e é aí que mora o perigo, pois os hackers estão sempre pronto para explorar essas vulnerabilidades.

Os ataques ransomware são aqueles em que o criminoso virtual sequestra os dados ou bloqueia o sistema de uma empresa e cobra um resgate em dinheiro para liberá-lo. Esse valor, geralmente é cobrado em criptomoeda.

Quando você utiliza uma VPN, passa a contar com uma série de critérios de segurança, que utilizam criptografia e autenticação. Dessa maneira, você cria camadas de segurança, garantindo que pessoas mal-intencionadas não consigam roubar, monitorar ou destruir os dados importantes para a empresa.

Trabalhe em locais censurados

Não estamos falando de ser contra a lei por pura rebeldia, mas sabemos que em alguns locais a censura é abusiva e pode ser necessário acessar alguns sistemas, e sites que não são permitidos. Por exemplo, se você depende das redes sociais para manter o seu negócio e está em uma viagem longa pela China, sem utilizar uma VPN, não conseguirá atualizar o seu Facebook ou fazer uma pesquisa simples no Google.

Além de permitir que você desbloqueie acessos, a VPN ajudará a manter seus dados seguros de espionagens. Há também a possibilidade de utilizar a VPN para furar “censuras locais”, como os firewalls que podem ser utilizados em faculdades ou escolas.

Como escolher uma boa VPN?

A escolha da VPN ideal vai depender muito do seu objetivo, seja pessoal ou profissional. Apresentaremos abaixo alguns cenários para que você saiba qual é o mais adequado para a sua situação.

Se o seu objetivo é saber se existe uma VPN com uma característica específica — seja um kill switch ou um aplicativo para Smart TV, o ideal é que você visite o site do provedor, pois neles costuma constar uma seção que lista todos os recursos e outra que apresenta os aplicativos disponíveis.

VPN para desbloquear conteúdo global

Se o seu objetivo é acessar conteúdo que não está disponível em seu país, terá que optar por uma VPN que permita a alteração de localização. Fique atento à velocidade média da VPN, pois as que apresentam menos de 5Mbps não costumam oferecer um bom desempenho para streaming e HD sem buffering.

Para não ter esse problema, você pode ler as avaliações dos usuários, saber a velocidade média ou testar uma VPN que apresente uma conexão ultrarrápida para saber se ela atenderá a sua demanda.

 

Veja quais sites de streaming a VPN consegue desbloquear

Para descobrir isso, uma alternativa pode ser ler as avaliações das melhores VPN em relação ao uso dos sites mais populares, como a Netflix e Prime Vídeo. As VPN especializadas nesse tipo de serviço costumam apresentar em seus sites uma lista dos sites que podem desbloquear, permitindo que você saiba se conseguirá acessar ao seu serviço favorito.

Verifique em que países a VPN tem servidores

O importante é você saber que, se o seu objetivo é ver um anime japonês, na Netflix japonesa, a sua VPN precisará contar com um servidor no Japão. Da mesma maneira, se você quer jogar um game que está liberada apenas para os EUA, precisará de uma VPN com servidores lá. Por isso, antes de escolher, analise se a VPN tenha servidores nos mais diversos países, principalmente aqueles que produzem conteúdos que possam te interessar. Veja a lista de locais no site do provedor.

Não esqueça de verificar a compatibilidade da VPN com os dispositivos que você pretende utilizar, incluindo os dispositivos de streaming e Smart TVs.

Faça testes

Não existe maneira melhor de saber se uma VPN atende aos seus objetivos do que testando. Boa parte dos provedores oferecem um teste gratuito, por um período. Aproveite esse período e veja se ela apresenta os recursos que você deseja e o desempenho esperado. Por mais que você tenha acesso às avaliações e tenha recebido ótimas referências, nada disso substitui o teste do produto.

Dica: a melhor forma de saber se uma determinada VPN é a melhor para você é simplesmente experimentá-la. Você pode se inscrever em avaliações gratuitas para testar uma VPN e conferir se ela tem os recursos desejados e um bom desempenho. As avaliações são excelentes, mas não substituem o teste do produto!

Para garantir privacidade de anonimato

Para quem trabalha em home office, ou utiliza um coworking com redes públicas, a melhor maneira de se prevenir com invasões, interceptações e roubos de dados é com a utilização de uma VPN. Mesmo que você não se sinta inseguro, as dicas abaixo ajudarão a manter o seu anonimato e a sua privacidade.

Foque na criptografia e em protocolos seguros

Para garantir a proteção contra interceptação de dados em uma rede pública ou desprotegida, a sua VPN deverá contar com criptografia AES de 256 bits, considerada a mais segura do segmento. Dessa maneira, mesmo que os hackers consigam interceptar as informações, eles levariam anos para conseguir decifrá-la, só quebrando essa proteção com a ainda não-implementada computação quântica.

Quando falamos de dados corporativos confidenciais, esse investimento em prevenção pode evitar grandes prejuízos. Em relação aos protocolos seguros, é importante que a VPN escolhida conte com o protocolo IKEv2 ou Open VPN. Esses são os protocolos mais robustos, que estão prontos para garantir a privacidade de suas informações.

Busque proteção contra vazamento de dados

Em algumas situações, pode ser que o software apresente problemas que tornarão o seu IP visível, mesmo quando você estiver utilizando uma VPN. Como não é isso que você busca ao utilizar uma rede pública, a VPN escolhida deverá ter uma proteção que impeça esse tipo de problema.

Uma boa solução é contar com a funcionalidade Kill Switch, que desconecta você da internet quando você passar por uma falha de conexão de VPN. Isso garante que os seus dados nunca ficam expostos para terceiros na rede. Como nem todas as VPNs conta com essa função, você tem que escolher uma VPN que inclua.

Como implementar a VPN na empresa?

Você já deve estar convencido de que o sistema VPN é o melhor caminho para manter a privacidade, segurança e qualidade de acesso onde quer que você e a sua equipe estejam. Pois bem, agora nos resta explicar como é o processo de implementação de uma rede VPN.

A verdade é que o processo é bastante simples. Preparamos um passo a passo rápido de como você pode acessar a sua rede VPN. Não se esqueça de passar as informações corretas aos funcionários, assim toda a equipe pode aproveitar as funcionalidades. Veja agora a lista de como acessar e conquistar os dados criptografados:

  • encontrar e escolher a melhor parceria de contratação (considere os valores de possíveis planos, atendimento, suporte ao cliente e se oferece as soluções necessárias para o seu negócio);
  • siga as instruções da empresa escolhida e baixe o app nos dispositivos preferidos;
  • selecione um dos servidores disponibilizados pela empresa (há parcerias que ofertam vários pontos de acesso espalhados ao redor do mundo);
  • siga os trabalhos e qualquer navegação na internet. Aproveite então o sentimento de confiança e privacidade que o sistema VPN possibilita.

Se a sua leitura chegou até aqui, você já sabe o que é VPN e como ele pode ajudar na sua empresa! Aproveite essa nova descoberta e siga os seus acessos e procedimentos online com a garantia de privacidade e segurança.