NOTÍCIAS

16 de abril de 2021

Meios de Vigilância de última geração

Biometria facial e as tendências dos próximos anos

“Sorria! Você está sendo filmado”. Impossível alguém não ter se sentido parte de um Big Brother em algum momento da vida. Diferentes tecnologias são cada vez mais usadas para a gente obter mais segurança. As opções vão desde a análise inteligente de vídeos, portaria virtual, biometria – da palma da mão ao reconhecimento facial e até a identificação pela íris humana. Surgem cada vez mais empresas especializadas em tecnologia da segurança, inclusive de maneira mais personalizada, com novidades a todo o momento.

 

 

 

Desenho De Câmera De Vídeo Definir ícone. Ilustração Controle De Vigilância Em Fundo Branco. Desenhos Animados Definir ícone Câmera De Vídeo. | Câmera de vídeo, Fundo branco, Câmera

 

 

 

 

 

A câmera de reconhecimento facial já é considerada uma das mais avançadas tecnologias de monitoramento e a preferida pela gestão pública e grandes empresas. Ela reconhece rostos e identifica as pessoas por meio da inteligência artificial e é utilizada em ambientes de grande circulação como espaços públicos e aeroportos. Além do reconhecimento facial, outros sistemas podem ser incorporados como inteligências comportamentais, leitura automática de placas e identificação de comportamento suspeito de veículos, contagem de pessoas, busca forense, identificação de temperatura de pessoas e objetos. Tudo graças à tecnologia de última geração.

 

 

Aqui no Brasil, metrôs e até ruas bem movimentadas são adeptas a esta tecnologia para identificar suspeitos e criminosos. Mas como ela funciona? Este reconhecimento facial é uma técnica de biometria que faz a leitura dos traços dos rostos. E olha que interessante…apesar de sermos únicos, a nossa face possui características comuns que podem ser usadas de referência para a diferenciação, sabia? Como a distância entre os olhos, o comprimento do nariz, o tamanho do queixo e a linha da mandíbula. Daí a partir da leitura e comparação desses pontos com um banco de dados é possível identificar quem é quem. Alguns celulares já utilizam esse recurso para desbloquear o aparelho e muitas portarias eletrônicas de residências e comércio liberam o acesso ao fazer a leitura de face ou a leitura biométrica de impressões digitais. Detalhe: as câmeras de monitoramento são capazes de fazer tudo isso mesmo com a pessoa em movimento e em meio a multidões.

 

 

Gostou do conteúdo? Fique atento por mais do mesmo em nossa página de noticias!

Agradecemos a leitura.

Mais Notícias

INTEGRAÇÃO DAS REDES SOCIAIS

Já estamos em um Mercado em que a presença na rede mundial de computadores é essencial para a vida da empresa. Já encaramos o surgimento de postos...